Segunda, 21 de outubro de 2019
44 9816-6299 / 44 999116887
Brasil

30/09/2019 às 17h43

56

Redacao

Maringá / PR

RAÍSSA ESTAVA COM A MÃE E UM IRMÃO NA FESTA
Raissa desapareceu da festa
RAÍSSA ESTAVA COM A MÃE E UM IRMÃO NA FESTA
Reprodução record/TV

RAÍSSA ESTAVA COM A MÃE E UM IRMÃO NA FESTA. 


 


Uma menina autista foi encontrada morta, pendurada em uma árvore, no Parque Anhanguera, em São Paulo, na tarde deste domingo (29). Raíssa Eloá Caparelli Dadona, de 9 anos, desapareceu, horas antes, da festa da escola em que estudava. 


 


Menina autista que foi morta sumiu do pula-pula


 


Raíssa estava com a mãe e com o irmão mais novo na festa do CEU (Centro Educacional Unificado) Anhanguera e brincava no pula-pula quando a mãe foi buscar pipoca para o filho. Ao voltar, minutos depois, ela não encontrou mais a criança.


 


Raíssa estava pendurada em uma árvore 


 


Funcionários e participantes da festa ajudaram a procurar por Raíssa na escola e proximidades. Cerca de duas horas depois do seu desaparecimento, a menina autista foi encontrada pendurada pelo pescoço em uma árvore na área restrita do Parque Anhanguera, a cerca de 2 Km da escola. 


 


A criança estava com manchas de sangue no rosto e lesões no ombro. Próximo de onde ela estava, os guardas viram marcas de sangue no chão, além de um par de chinelo, um saco plástico e uma capa de tecido TNT.


 


O caso é investigado pelo DHPP (Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa) da Polícia Civil.


 


Raíssa foi sepultada na tarde desta segunda-feira (30). 


Fonte: Ric mais

FONTE: Ric mais

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados